Restinga da Praia Central será recriada

 

Após a ampliação da faixa de areia da orla de Balneário Camboriú, o plantio da restinga no espaço onde ocorreu o alargamento irá mudar ainda mais a paisagem da Praia Central.

O processo de licitação já foi lançado pela Prefeitura da cidade e é uma das exigências ambientais a ser realizada após o alargamento. O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) também estabeleceu como premissa ao implantar a restinga a introdução de dunas artificiais para atuar como barreira natural contra a erosão.

A implantação da restinga tem como função a proteção costeira como um reservatório para reposição sedimentar e ainda reduz o carregamento de areia pelo vento para a calçada e avenida. Conforme o aviso de licitação feito pela Prefeitura de Balneário Camboriú, a restinga que será plantada é formada por mudas nativas de regiões de dunas da Mata Atlântica, são plantas arbustivas de até 30 centímetros.

 A restinga já estava prevista no projeto de reurbanização da orla e a ideia é que fique entre a areia e o novo calçadão tendo cerca de 60 intervalos para os visitantes adentrarem a praia pelas passarelas. A vegetação será colocada em toda a praia e o edital prevê que a restinga seja protegida por cercas.

A ideia é que a Praia Central tenha mais espaços de convivência, além de nova infraestrutura turística com quiosques e banheiros valorizando ainda mais a cena turística da cidade e os empreendimentos locais.

Adicionar um comentário

Leia também

Passeio San Miguel em Balneário Camboriú

Quem conhece e visita Balneário Camboriú, sabe que a cidade se destaca por suas belezas naturais, enormes arranha-céus e vida noturna agitada. A variedade de opções de lazer é um…
Veja Mais
Menu